quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

A Embraer e os Contratos de Offset



Nos últimos meses esteve em destaque a negociação da compra dos caças para a Força Aérea Brasileira, com a transferência de tecnologia. O Valor de ontem publicou a notícia do acordo que a Embraer fez com o governo da Colômbia, por meio do qual a empresa brasileira venderá ao país aeronaves Super Tucano em conjunto com um pacote de serviços tecnológicos. É um rito de passagem: o Brasil se torna ofertante em negócios desse tipo, conhecidos internacionalmente como contratos de offset.

A maior parte deles envolve aviação militar. Nesses acordos, uma empresa oferece um determinado produto acompanhado de vantagens como transferência de tecnologia, treinamento em serviços especializados ou o compromisso de adquirir produtos do país para o qual realiza a venda. O valor dessas contrapartidas com frequencia supera o das próprias mercadorias ofertadas e é um elemento importantíssimo da competição internacional na área da Defesa.

O Brasil tem longa experiência com contratos de offset, iniciada na década de 1950, quando a Aeronáutica comprou aviões em troca da aquisição de algodão brasileiro por governos estrangeiros. Muita coisa mudou desde então, é claro, e a Embraer, como ofertante, acordou com a Colômbia a modernização de aeronaves da Força Aérea do país, cooperação técnica para a instalação de um centro de certificação aeronáutica e a integração de empresas colombianas nas cadeias produtivas da firma brasileira.

Esse tipo de negociação abre novos potenciais para as políticas de Defesa e de relações exteriores do Brasil. Como a União tem golden share na Embraer (isto é, ações especiais com poder de veto sobre as decisões estratégicas da empresa) pode-se pensar na oferta de contrapartidas como um meio de estabelecer alianças e parcerias com governos estrangeiros, sobretudo em áreas sensíveis como a América do Sul. É também um modo de incentivar a ação internacional de empresas brasileiras, que podem agir em conjunto oferecendo serviços e produtos no âmbito dos pacotes de contrapartidas.

O desenvolvimento de estratégias nacionais desse tipo é fundamental também para a própria prosperidade da Embraer. O mercado de aviação é extremamente competitivo, um oligopólio dominado por firmas com forte apoio de seus Estados. Para ter um bom desempenho nesse jogo, a empresa brasileira precisa oferecer algo mais do que aviões de qualidade, e a rica experiência de cooperação internacional do Brasil é um bônus importante para ser levado em conta.

11 comentários:

Luiz Rodrigues disse...

Salve Don Mauricio,

excelente post. Este é um assunto que ainda vai render muitas outras negociações. Nada mais distante de um hipotético mercado de competição perfeita do que as cadeias produtivas ligadas à Defesa, e num ambiente desses há muito mais envolvido do que mero preço e performance.
Lembro dos famosos comentários de alguns conhecidos da aeronáutica que sempre relembrar que os F-16 do Chile tem suas operações extremamente limitadas...

Mauricio Santoro disse...

Salve, meu caro.

Pois é, acho que estamos apenas no início de um processo que será muito interessante para o Brasil. Aguardemos mais e melhores acordos desse tipo!

abraços

Marcelo L. disse...

Prezado Mauricio,

Parece que em Março sai finalmente o resultado do F-X-2, com o offset prometido além da tecnologia, teremos a venda do KC-390, caso seja os franceses.

Parece que este ano apesar de tudo começa bem essa empresa.

Mauricio Santoro disse...

Salve, Marcelo.

É o que parece, após as dificuldades que ela enfrentou em 2008.

abraços

Mariana Cabral disse...

É verdade! Na tal compra dos submarinos e dos helicópteros, o Brasil preferiu negociar com a França, mesmo com melhores propostas de outros Estados. Aquilo tb foi estratégico! bj!

Mauricio Santoro disse...

Salve, Mariana.

No caso da França, pesou muito o apoio político do país a uma série de objetivos da diplomacia brasileira. Em termos de offset puro e simples, as propostas dos suecos foram muito vantajosas.

abraços

Anônimo disse...

schiller shoes ashland wisconson wholesale uk guess replica

Anônimo disse...

Undeniablу belieѵe that which yοu said.

Υour favorite justifiсаtiоn aрρeared to be on the web the sіmplеѕt thing to
bе awarе οf. I say to you, I defіnіtеly get аnnoуed while peορle сοnsider worrіeѕ
that thеу juѕt do not κnow
аbοut. Υοu managed tο hit the nail upon the toр
аnd defined out thе ωhole thing ωіthout having ѕidе effect ,
peοplе could takе а signal. Will likely be baсk to get mοгe.
Thanks

Heгe is mу hοmеpage ipad repair bangsar

Anônimo disse...

Тhanκs designеd for ѕhaгing suсh a faѕtidiouѕ
іdеa, piеce of writing іs pleasant, thatѕ
why і have геаd іt еntirеlу

Heгe is my blog post - ipad repair pj

Anônimo disse...

What's Taking place i'm new tο this, I stumbled upоn this I've found It positively helpful and it has aided me out loads. I am hoping to give a contribution & help other users like its helped me. Good job.

My site ipad repair damansara

Anônimo disse...

Undeniably bеlieνe that that you said.
Your faνoritе justifiсatіοn apρeaгed tο be οn the inteгnet the
еаsiest factor to be awаre of. I say to you, I certаinly get аnnoyed at
the same time аs other people think аbout worries that they
just ԁоn't realize about. You managed to hit the nail upon the highest and also outlined out the whole thing without having side effect , people can take a signal. Will probably be again to get more. Thanks

Also visit my weblog :: ipad repair penang