terça-feira, 30 de outubro de 2007

Willy Wonka montará fábrica de marginais no Rio



RIO DE JANEIRO, 30 OUT – O empresário Willy Wonka anunciou nesta terça que criará uma fábrica de marginais no Rio. Wonka se disse estimulado pelas declarações do governador Sérgio Cabral, que vê nas 700 favelas da cidade fonte inesgotável de matéria-prima para esse produto: “Já era hora de eu dar uma guinada nos negócios. Chocolate não garante o angu de ninguém.”

A imprensa internacional especula que Wonka poderá inclusive se mudar para o Rio de Janeiro e comprar uma casa no bairro da Barra da Tijuca, região que apresenta notável semelhança com os ideais administrativos do visionário magnata. O empresário vem tendo aborrecimentos após ter sido preso na Tailândia tentando convencer um menino a escutar com ele um disco de Michael Jackson. O escândalo se somou a rumores perturbadores envolvendo os Oompa-Loopa: “Tive um mal-entendido a respeito e não falo mais sobre o assunto. Só gostaria de aproveitar a oportunidade para agradecer ao Vaticano, que recomendou advogados muito bons."

(Abaixo, foto que consta dos autos do processo):




Wonka pretende aproveitar a alta demanda por marginais no Mercosul e lançar modelos que vão de traficante-torturado-pelo-BOPE (“Será mais barato, virá sem um braço”) a senador-do- Conselho-de-Ética”. Ele não se assusta com a fama de corrupção do Brasil: “Li excelente estudo de cientista político brasileiro que descobriu que, quanto mais rica a pessoa, mais honesta ela é. Por isso busco sócios do porte financeiro de Renan Calheiros e Daniel Dantas.”

O empresário está otimista quanto às possibilidades de lucro, e reclama apenas da ação da Polícia Militar fluminense: “No ritmo em que ela tem agido no Complexo do Alemão e na Favela da Coréia, vai acabar com os pobres antes que eu comece a operar. Se eu tiver que buscar matéria-prima em Brasília, meus custos vão aumentar muito.”

4 comentários:

Marcus disse...

Ficou ótimo, pra variar.

Eu postei o seu texto sobre Dumbledore e Ali Kamel no Orkut e um amigo meu disse que é isso mesmo, ridicularizá-los é a melhor forma de reagir a tanta sandice.

Mauricio Santoro disse...

Também acho, ridendo castigat mores, já diziam os romanos. E pelo menos a gente se diverte um pouco.

Abraço

Síndico disse...

Se diverte muito. Consigo visualizar o Wonka entrando no complexo ao som de músicas cantadas pelo movimento.

Mauricio Santoro disse...

Não dê idéia, não dê idéia...

Abs